Você está em: Home > Artigos > Tecnologia e Resiliência ou Como sobreviver no mundo de mudanças.

Imprimir página - Versão para Impresão

Artigos

Tecnologia e Resiliência

ou

Como sobreviver no mundo de mudanças.

Estas duas palavras devem ser antes decifradas, e ninguém melhor que o velho Aurélio para desmistificar coisas aparentemente difíceis.

Tecnologia: 1- s.f. Conjunto de conhecimentos, especialmente princípios científicos, que se aplicam a um determinado ramo de atividade: tecnologia mecânica. 2- A totalidade destes conhecimentos : Vivemos a era da tecnologia.

Resiliência: 1- s.f. Resistência ao choque, ou seja, a capacidade de superar o distúrbio imposto por um fenômeno externo.

As empresas em nosso país viveram por muitos anos protegidas por reservas de mercado à competitividade internacional e em uma inflação louca que liquidou a consciência de valores relativos.

Vivemos nos últimos 100 anos a realidade de um mercado em que a falta de produtos e serviços para um demanda crescente e reprimida gerou dois fenômenos e uma conseqüência.

  • Atraso na Tecnologia (produtos e serviços ruins).
  •  Baixa capacidade de resiliência (custos operacionais altos).

  • Conseqüentemente, viveu-se e vimos uma clara tendência de maior mortalidade das empresas (nacionais, multinacionais e estatais) no momento desta abertura que se deu no governo Collor e é irreversível.

Onde está a causa real do problema?

Na dificuldade e resistência de empresários e profissionais ao ajustamento tecnológico que este novo cenário exigiu e exige . Há a necessidade de investimentos em equipamentos mais eficazes e treinamento em mudanças de atitude de todos. (do empresário ao atendente).

Com relação a tecnologia até se tem consciência do que acontece e deve ser feito, mas há (dentro de nós e das empresas) a inércia à mudança ,que mata aos poucos.

E a resiliência das empresas?

Aqui o problema é mais sério.

O efeito externo que obriga a ter que se praticar rapidamente um preço muito mais baixo oferecendo muito melhor qualidade de serviços e produtos, é fatal.

Surge a necessidade de um gestão de caixa, de se ter um cash flow implacável, que através da eliminação de tudo que não gere valor agregado se consiga uma redução drástica de custos para ao se praticar o preço competitivo de mercado se obtenha uma margem.

Fica aqui a mensagem.

Após 3 anos de estabilidade consolidou-se a condição sine qua non de melhoria tecnológica e de maior resiliência nas empresas que sobraram.

Mas, a velocidade de mudanças tecnológicas no mundo e o aumento de competitividade internacional pela globalização é irreversível e aumentará ainda mais as necessidades de criatividade, dedicação, produtividade e capitalização dos empresários nacionais.

A tecnologia não aplicada aumenta custos e não gera resultados.

A inflexibilidade e incapacidade de absorver impactos externos leva a morte certa.

Assistir a estes desastres é muitas vezes incompreensível em um mercado emergente e em crescimento, onde tudo está por ser feito.

É como ver as baleias se jogarem e morrerem nas praias deixando um oceano maravilhoso de cenário as suas costas.

Meu caro empresário de rádio-difusão, mãos a obra e até sempre.

 

Geraldo Leal de Moraes

Consultor de Estratégia Empresarial e Educação Corporativo

Copyright© 1973-2011 mcaconsult.com.br - Todos os direitos reservados.

MCA Consult - Telefones: São Paulo: +55 (11) 3881-4659 / Santa Catarina: +55 (048) 3207-8950, +55 (48) 9621-7564

Topo